13/12/2008

BEM PERTO DE MIM

Estiquei-me todo, a fim de alcançar o céu.
Em vão, permanecem longe de mim todas as nuvens.
Desespera-me não a tocar, estrela.
Mesmo neste dia claro a vejo em meu céu.
Eu quero que ela esteja em minha órbita. Quero ve-la em tudo que toco.
Minha guia mestra. A direção dos meus novos olhos.
Tudo que sei eu te disse, sei até que não era muito.
Tudo que quero saber é por mim e por nós.
Só quando agente se vê, agente se sente completo.
Sem ti, não movo os meus dedos, tudo é frio e sem cor, como um cliché, nem sinto o chão.

Mas esse voar não é suficiente para tocar o céu.
Não me contento com tanto e nem com tudo.
Não me contento com o que eu não preciso.
Estiquei os dedos e dessa vez pelo menos sei a tua altura.
Sinto frio por dentro e calor imenso por fora.
Pois sinto esse sol e tu ao meu redor.
Fica por perto, eu preciso de ti...

3 comentários:

  1. "Sinto frio por dentro e calor imenso por fora." isso eh desejo ^-^

    hey,ta muito legal o visual do teu blog :)

    ResponderEliminar
  2. Boa essa sua cafeína! Me empresta um pouco de pó (de café)? O meu acabou!
    See ya!

    ResponderEliminar

AVISO: O sistema de comentários está aberto a todos os leitores, no entanto sinto-me no direito de apagar qualquer coisa que julgue ofensiva. Obrigado .