03/04/2008

O MUNDO É VELHO

"A palavra morte parece o símbolo dum fantasma aterrorizante,
que provoca um dos mais apavorantes medos da humanidade."

Acordo depois de todos esse anos.
Já não tenho tempo e nem pressa.
O amor perdeu-se pelo caminho.
No mesmo caminho que eu a deixei e com ela algum sentimento inominável.
O tempo a levou. Me levará em breve.
De baixo dos meus cabelos brancos e por trás desta barba clara, eu me escondo.
Minhas mãos são como relógios, mostram-me o tempo.
Na minha face a elasticidade de outrora se foi.
Não tenho medo do inferno, confesso que sinto até alguma ansiedade por conhece-lo.
Não conseguirei contar aos netos o que fiz, pois eu nada fiz, eu não os fiz.
Não contarei a ela as minhas tristezas, ela se foi e faz parte delas.
Não provarei de um outro amor. Se é que houve algum dia amor.
As provas que fiz não me mostraram nada mais que sua inutilidade.
A experiência é casual, todos a tem. Tolos a tem.
Nunca ouvi conselhos, sempre trilhei só.
Construi minha imagem com as verdades que tinha e é tudo culpa minha.
Meus olhos falham, meus ouvidos não ouvem mais de tudo, como quando jovem.
Velho é o mundo e faço parte dele.
Minha pele não mais corada é, tem um tom cinzento e sem brilho.
Não deixo nada, nem saudade, nem ninguém que a sinta.
Não serei lembrado, nem mesmo esquecido.
Não se pode esquecer algo que nunca tiveste conhecimento.
Isso simplesmente não existe. Eu não existo também
Acordo depois de todos esse anos, mais um vez, como no começo.
Nascido, criado, educado um criado, o servo, o ninguém
Acordo. Cada hora mais perto de não acordar.

2 comentários:

  1. Não sei explicar porquê mas no outro dia, quando vieste falar comigo só para dizer "Volta para casa." fizeste-me sorrir. E chorar. As duas coisas ao mesmo tempo. Tu és assim. Um génio sem dar-te conta. Atormentado por tudo aquilo que és e que pensas, e que não vês mas que é maravilhoso. Cuidate, chico! te echo de menos.

    ResponderEliminar
  2. tu não és velho.
    velha é a tua idade.
    tu és apenas mais um entre tantos humanos a ver o mundo a envelhecer. com tanta merda, ja sao poucas as coisas que nos fazem feliz, ou tao poucas sao as que nos fazem seguir pelo caminho certo. faz-nos sempre falta alguem que diga "não vás por aí", "não, não mudes, assim é que tu és lindo..".
    temos de aprender a tomar as nossas proprias decisoes, e temos também de conseguir carregar com todas as consequencias sem culparmos ninguem.
    tu és forte, tu nao precisas de ninguem para seres feliz. tu consegues carregar os teus problemas, os meus, os de toda a gente.
    mas de qualquer das maneiras, tu és forte.

    ResponderEliminar

AVISO: O sistema de comentários está aberto a todos os leitores, no entanto sinto-me no direito de apagar qualquer coisa que julgue ofensiva. Obrigado .