10/09/2009

LIMPA E INTOCADA

Ninguém poderá tomar conta de nós.
Se deus pudesse te ouvir daqui deste lugar,
assim como eu, nada poderia fazer, fomos nós que descemos até aqui.
As paredes são altas, mas não vão nos impedir de tocar a fruta.
Vão servir apenas para nos isolar do mundo, não vão impedir que entrem.
Vamos preparar um canto para deitar e sonhar,
já que fugir não é coisa que podemos fazer.
Podemos revezar durante a noite, eu durmo e você olha,
e enquanto você dorme eu posso tocar.
Verdade que não sei muitas canções, e as poucas que sei não estão completas.
Mas posso o fazer, se assim você quiser.
Já que não há quem tome conta de nós.
Se dependesse de mim, você numa mais iria chorar.
Mas não depende!
Quando ouvir algum barulho, vamos gritar, gritar alto e forte, talvez alguém tenha piedade.
Todos tem momentos, talvez consigamos algum momento de piedade da parte de alguém.
Vamos esperar a chuva cair, vamos esperar que ela caia e nos banhe.
Vamos rezar para que não sentirmos frio, ainda que a reza de nada nos valha.
E no fim, quando as letras estiverem próximas de subir, alguém a de ver que não é seu nome que está lá, você será só personagem, alguém real fará o papel.
Alguém que tem alguém que cuide, alguém que fez apenas seu trabalho.
Alguém que bebe, fuma e ri, quando o tempo permite.
Mas nós... O tempo já não permite...

Mais...


3 comentários:

  1. Olha, temos cá uma babysitter!?

    Conhecendo-te, és uma babysitter de gajas maiores de 18, pois não?

    ResponderEliminar
  2. Bem...

    Auhhuahu!

    Posso considerar isso um comentário ofensivo...

    ResponderEliminar
  3. Força!

    Apague!

    ResponderEliminar

AVISO: O sistema de comentários está aberto a todos os leitores, no entanto sinto-me no direito de apagar qualquer coisa que julgue ofensiva. Obrigado .