07/11/2009

Tenciono Julgar Ninguém

“Me morro” todos os dias para poder viver ou, o mais aconselhável seria, sobreviver. Pois bem, uma de minhas infindáveis dúvidas, se não a maior, é essa se sobrevivo ou vivo, mas o sabido por mim e pelos outros é fazer inúmeras tarefas e trabalhos não apreciados e não bem quisto, por nós, para receber aquela quantia pecuniária ao término do mês.

E quando este chega trazendo consigo o início do próximo e o salário, ficamos por momentos, inúteis, felizes, porque podemos comprar aquela roupa, aquele aparelho, aquela noite, aquele carro, aquela casa, e ainda aquela mulher ou, para quem goste, aquele homem. Ou seja, abreviamos nosso interesse em viver a fim de realizar desejos, somente, materiais e terrenhos, no mundo o qual todos são clientes e já não se é mais humano, tampouco cidadão, porém, claro está, há como sempre excepções, logo se considere do modo que bem entender, visto que não tenciono julgar ninguém, menos ainda em dividir, como se criou hábito na era contemporânea, nos errados e certos.

Portanto, ao sentir o vento gélido e feroz, da janela deste autocarro, reflicto sobre a vida e pergunto-a se vale à pena sobreviver, se vale à pena “me morrer” quotidianamente, se vale a pena viver. A medida que, para mim, viver seria a harmonia plena de um dia de sol na praia e uma noite de luar as estrelas, entretanto mato-me, diariamente, fazendo algo não apetecido, a despeito de bastante aprendizado, mas espero a aposentadoria, pois nela almejo viver, no sentido cabal da palavra.

Contudo, se “assassino-me” todos os dias para um dia, aquele restante, viver, talvez seja mais eficaz acreditar na sacrossanta igreja, a qual diz que ao morrer ascenderemos à vida eterna, se vida eterna houver. Amém!

---
UPDATE

Depois do comentário da Srt. de Moraes.

Posto aqui a dica de semelhança.




Musica Altos e Baixos de Lula Queiroga e participação de Lenine

2 comentários:

  1. não diria vida eterna... mais sim essência eterna.

    ResponderEliminar
  2. Nós nos morremos dia a dia.
    Conta-gotas:
    dia
    d
    i
    a
    .

    ResponderEliminar

AVISO: O sistema de comentários está aberto a todos os leitores, no entanto sinto-me no direito de apagar qualquer coisa que julgue ofensiva. Obrigado .