07/07/2010

Un Café Solo! #22

O mundo vai morrendo, um e outro, uns culpados pela culpa de outros. Todos juntos em uníssono, reclamam das atitudes covardes da violência, já não basta ser só vitima dela? Temos que participar? Criando monstros, pânicos e raiva! Obrigado mãe por fazer de mim um homem sincero, convicto e cheio de fé em mim! Carrasco que não perdoa e amante sem precedente. Eu, todo poderoso EU!

2 comentários:

  1. Cara, eu tenho um poema, oração, como preferir que se chama Pai Nosso que sois Eu.
    Santificado seja o meu Nome...

    Tambem agradeço a minha mãe por eu ser EU.

    ResponderEliminar
  2. Obrigado grande Carlos. Vou conferir a tua.

    ResponderEliminar

AVISO: O sistema de comentários está aberto a todos os leitores, no entanto sinto-me no direito de apagar qualquer coisa que julgue ofensiva. Obrigado .